Buscar
  • Janaína Oliveira

Facilitação: habilidade indispensável para a pessoa Agilista


Quando me questionam sobre a importância da facilitação, algumas perguntas que gosto de fazer para quem está questionando, são as seguintes:

  • Você já participou de uma reunião que poderia ter sido um e-mail?

  • Você já esteve em uma reunião em que em momento nenhum foi trazido o motivo pelo qual você deveria estar lá?

  • Você já participou de uma reunião em que foi iniciada a discussão abordando o tema A, e ao decorrer do alinhamento, o grupo já estava no tema Y, e ao final nada havia sido definido?

Algumas destas situações são memes na internet. Porém, infelizmente são a realidade de milhares de empresas.


Quando pensamos no desperdício que as empresas tem com reuniões improdutivas, debates desnecessários, e tudo mais, percebemos o quanto este papel é necessário e pode impactar uma organização, tanto financeiramente, quanto na clareza, no apoio ao trabalho coletivo e no alcance de objetivos.


A facilitação vai muito além de tornar as coisas fáceis, de maneira geral, ela tem como objetivo: compreender e apoiar as pessoas nos processos de tomada de decisão, busca de oportunidades e resolução de problemas.

Para a facilitação ser efetiva, a pessoa facilitadora precisa ter algumas características que são muito importantes, como:


  • Saber ler bem o ambiente e escolher dinâmicas que façam sentido com o contexto;

  • Não influenciar na decisão do grupo, ou seja, ser imparcial;

  • Ter escuta ativa;

  • Estimular o diálogo entre os participantes;

  • Fazer questionamentos que guiem o grupo ao pensamento coletivo;

  • Incentivar as pessoas a criar o seu racional sobre o tema em questão;

  • Incentivar o compartilhamento das ideias sobre o tema dentro do grupo;

  • Organizar as conversas de uma forma envolvente;

  • Mediar conflitos e guiar o time ao retorno do objetivo comum, deixando de lado as diferenças individuais;

  • Ouvir mais do que falar;

  • Apoiar o time ao retorno do foco no objetivo principal, quando este por alguma razão for esquecido;

  • Guiar o grupo em busca do resultado desejado para a reunião/alinhamento proposto.


Quanto maior o número de pessoas envolvidas, maior será o número de perspectivas, possibilidades de soluções, mas também maior será a complexidade do debate, por este motivo, criamos este artigo para te apoiar.



Sentiu falta de alguma característica? Compartilha conosco ;)

BLOG

Categorias

Contato

Obrigada pelo envio!